Polarização política e o mercado editorial no Brasil - ABRESC

Polarização política e o mercado editorial no Brasil

A partir de entrevistas com editores e acadêmicos, o jornalista Murilo Basso explica por que a média mensal de vendas de livros sobre política vem aumentando desde as “Jornadas de Junho” de 2013.

A intensa polarização ideológica da sociedade brasileira atual tem reflexos diretos no mercado editorial. É o que mostra a reportagem de capa da nova edição do Cândido, jornal editado pela Biblioteca Pública do Paraná, assinada pelo jornalista Murilo Basso.

A partir de entrevistas com editores e acadêmicos, ele explica por que a média mensal de vendas de livros sobre política vem aumentando desde as “Jornadas de Junho” de 2013. E ainda seleciona as obras que fazem a cabeça de direitistas e esquerdistas assumidos.

Outros destaques do Cândido 108: entrevista com o repórter Chico Felitti, autor de A Casa — A História da Seita de João de Deus, Christian Schwartz discute o desenvolvimento de traduções produzidas por máquinas, reportagem de João Lucas Dusi sobre a reação das editoras brasileiras à nova crise causada pela pandemia da Covid-19, poema de Bruna Beber, conto de Tônio Caetano, HQ de Marcel Bartholo e fotos de Vinícius Moscato na seção Cliques em Curitiba. Todas as ilustrações são de Visca.

SERVIÇO – Em razão do fechamento temporário da Biblioteca Pública do Paraná, a distribuição de exemplares impressos do Cândido está suspensa até o retorno das atividades da instituição. O jornal pode ser lido em seu novo site http://www.bpp.pr.gov.br/Candido

Fonte: Agência Estadual de Notícias do Paraná