Loading...

Livro traz poema de Edvaldo Giacomelli concluído pelo filho

‘Amor Vivo’ faz parte da homenagem feita ao escritor e poeta rio-pretense na quarta edição do ‘Vozes ítalo-brasileiras’

O escritor e poeta Edvaldo Giacomelli, que morreu em Rio Preto em abril de 2020, aos 64 anos, havia deixado em seu computador um poema inacabado, que foi concluído pelo seu filho, Flávio Augusto Uetsuki, de 28, para fazer parte do recém-lançado livro “Vozes ítalo-brasileiras IV”, uma iniciativa do Comitê dos Italianos no Exterior (Comites) de São Paulo e que tem organização da professora e escritora Rosalie Gallo.

“Amor Vivo”, o poema que ganhou vida a quatro mãos, faz parte da homenagem feita ao escritor e poeta rio-pretense na quarta edição do “Vozes ítalo-brasileiras”, que reúne nomes do Brasil e da Itália, sendo publicado no idioma dos dois países. Além dele, também foram homenageados Maria de Fátima Boni Oliveira e Romano Dazzi.

“Meu pai foi um homem apaixonado pela literatura, pelo ofício da escrita. Não sei se consegui chegar ao alcance dele, mas é uma bela e merecida homenagem”, comenta Flávio, que atua na área administrativa e não cultiva o hábito da escrita. Mas que não deixou de ficar orgulhosa foi sua mãe, Arlete Uetsuki Jacomelli, que também reconhece a importância da literatura na vida do marido.

E Rio Preto se faz presente na quarta edição do “Vozes ítalo-brasileiras”, com trabalhos de Dosmar Sandro Valeri, Eliana Magrini Fochi, Lucila Teresa Papacosta Conte e Vera Mussi Hage.

Segundo Rosalie, será agendada uma live para marcar o lançamento da quarta edição da publicação do Comites SP, oportunidade em que algumas obras serão interpretadas e declamadas ao vivo.

Livro traz poema de Edvaldo Giacomelli concluído pelo filho - Abresc |