Loading...

Laboratório da Unesp difunde a Língua Portuguesa pelo mundo

Projetos como o Teletandem Brasil, da Unesp, são destacados como iniciativas de difusão do português em outros países

Hoje, 5 de maio, é Dia Mundial da Língua Portuguesa, idioma falado em nove países e quatro continentes, mas que é alvo de estudo em todo o mundo. E uma amostra desse interesse de outros países por um dos idiomas oficiais brasileiros (o outro é a Língua Brasileira de Sinais) é dada pelo Ibilce/Unesp, em Rio Preto, que desenvolve desde 2006 o projeto Teletandem Brasil. Por meio dele, universitários do curso de Letras ensinam a Língua Portuguesa para estudantes estrangeiros enquanto aprendem um novo idioma.

Desenvolvido pela Unesp de Assis, que assim como Rio Preto, conta com um laboratório específico para o Teletandem Brasil, o projeto é destacado no livro “Panorama da contribuição do Brasil para a difusão do português”, que o Ministério das Relações Exteriores lançará na próxima sexta, 7, com artigo assinado pelas professoras Solange Aranha e Suzi Marques Spatti Cavalari, docentes do Departamento de Letras Modernas do Ibilce.

“Centenas de universitários de outros países já aprenderam o português por meio desse projeto. Em Rio Preto, o intercâmbio é feito somente com países de língua inglesa, Estados Unidos, Canadá e Inglaterra. Em Assis, essa troca de conhecimento também é feita com países como Itália, França e Alemanha”, conta Solange.

Segundo ela, o texto escrito por ela e Suzi versa sobre a contribuição do Teletandem Brasil para a difusão da língua portuguesa no mundo. A relevância da aprendizagem telecolaborativa de línguas estrangeiras também é enfatizada, bem como as pesquisas no âmbito do projeto e a importância das instituições brasileiras e estrangeiras envolvidas. “O projeto nasceu na Unesp e é pioneiro na área no Brasil. Nossa contribuição não apenas lança luz a uma iniciativa de grande valor para a difusão do português, como traz destacada relevância à publicação, cujos textos serão assinados por grandes especialistas em suas áreas do conhecimento”, afirma.

No laboratório do Teletandem, os estudantes trabalham de forma autônoma e colaborativa para aprenderem a língua um do outro. Eles se encontram virtualmente e se comprometem a gerenciar a própria aprendizagem, assim como apoiar a aprendizagem do parceiro para que ambos se beneficiem do conhecimento linguístico e cultural.

 

Lançamento

Estruturada em 30 verbetes com textos, mapas, tabelas e infográficos, a publicação do Ministério das Relações Exteriores procura mapear vetores que evidenciam a relevância do papel desempenhado pelo País na divulgação da língua portuguesa em outras nações.

A versão digital do livro estará disponível após a cerimônia de lançamento, que será transmitida pelo Youtube da Fundação Alexandre Gusmão, das 11h às 13h. O livro ainda será indexado e distribuído gratuitamente a acadêmicos e formadores de opinião no Brasil e no exterior, por meio da rede de embaixadas e consulados nacionais.

 

Países lusófonos

América

  • Brasil

África

  • Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique e São Tomé e Príncipe

Ásia

  • Timor Leste

Europa

  • Portugal

 

Análise

Nossa Língua Portuguesa

A Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) compreende nove nações, que têm como oficial a Língua Portuguesa: Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, Santo Tomé e Príncipe e Timor Leste.

Sou uma amante da Língua Portuguesa e tenho um projeto chamado Tertúlia Lusófona, que tem como objetivo preservar a língua de herança nos filhos de migrantes lusófonos. É voltado para os pais que precisaram sair de seus países e cujos filhos precisam aprender a língua-mãe.

Nossa Língua Portuguesa é falada por mais de 250 milhões de pessoas, e a cada ano ela se faz presente em universidades do mundo todo como opção de segunda língua. Portugal tinha o mar para descobrir, um país que soube preservar o que tinha de mais importante: sua língua.

Uma língua cheia de encantos mil, um idioma cada vez mais procurado, principalmente para contatos comerciais, afinal, o Brasil tem mais de 210 milhões de falantes de português e está entre os países em franco desenvolvimento.

Hoje, de modo especial, tenho como meta alfabetizar filhos de pais lusófonos do mundo todo. Atualmente estou alfabetizando um aluno Japão e três nos Estados Unidos.

Ainda tenho outro projeto vinculado ao Tertúlia Lusófona, voltado à união de escritores lusófonos dos nove países. Esse projeto se chama Elos da Língua Portuguesa, uma iniciativa audaciosa que levará mais de dez anos para ser realizada. Estamos no segundo volume da antologia, que será dedicada a Guiné-Bissau. Neste volume, temos escritores brasileiros, portugueses e de quatro países de África. O interessa na participação neste volume nos deu a certeza de que a nossa Língua Portuguesa está cada vez mais vive.

O dia 5 de maio, Dia Internacional da Língua Portuguesa, deve ser comemorado com muita alegria, pois somos donos de uma língua de unir milhões de irmãos e irmãs em todos os continentes. Para quem tem filhos que moram fora do Brasil, não permitam que suas crianças esqueçam sua língua de herança.

Samira Aparecida de Camargo é educadora, escritora e fundadora do projeto Tertúlia Lusófona e integrante do projeto Elos da Língua Portuguesa. samiraapcamargo@gmail.com

 

Colação de grau é virtual

Devido a pandemia, universidades públicas e particulares adotaram as aulas à distância e online para que os alunos não deixem de estudar. As formaturas, que geralmente acontecem no final e início do ano, foram suspensas para respeitar a necessidade de distanciamento social. O Ibilce/Unesp, no entanto, criou uma maneira dos alunos se encontrarem para a cerimônia.

Pais, parentes e amigos irão se reunir de forma virtual para assistir juntos à colação de grau de 291 alunos do campus de Rio Preto.

É a primeira vez que a cerimônia será feita virtualmente. Elas serão hoje e amanhã, às 19h, com transmissão pelo canal do Ibilce no Youtube.

Segundo a assessoria de imprensa, em respeito ao isolamento social, e os demais protocolos sanitários, as sessões de colação de grau serão realizadas nesse formato e transmitidas por streaming à comunidade.

Fonte: Diário da Região

Laboratório da Unesp difunde a Língua Portuguesa pelo mundo - Abresc |