Outorga de títulos e simpósio encerram semestre da Abresc - ABRESC

Outorga de títulos e simpósio encerram semestre da Abresc

A última semana de junho será de muito trabalho na Academia Brasileira de Escritores (Abresc). Imortais e chanceleres serão outorgados na noite de 29 de junho e associados e convidados se reunião na manhã de 30 de junho durante o 1º Simpósio Abresc de Educação e Cultura, cujo objetivo é discutir a importância das técnicas de gestão, e a implementação de empreendedorismo e inovação em âmbitos educacional e cultural.
Na sexta-feira (29), às 20h, na Câmara Municipal de São José do Rio Preto, ocorre a cerimônia de outorga dos títulos de imortais a 19 personalidades cuja atuação de apoio e incentivo à educação e cultura têm grande destaque. São eles: Aguinaldo Gonçalves, poeta, escritor, crítico de arte, professor titular da Unesp e da PUC-Goiás; Claudia Costin, gestora educacional, ex-Ministra da Administração e Reforma do governo FHC e ex-Secretária de Cultura do Estado de São Paulo no primeiro governo Alckmin; José Luiz Goldfarb, curador do Prêmio Jabuti por 22 anos, membro honorário da Academia Paulista de Educação, é professor universitário e coordenador do projeto #RedeMIS, no Museu de Imagem e Som; Galeno Amorim é jornalista, presidente da Fundação Observatório do Livro e da Leitura, ex-presidente da Fundação Biblioteca Nacional e do Centro Regional de Fomento ao Livro na América Latina (Unesco); Lígia Maura Costa, professora titular e coordenadora de Relações Internacionais da FGV/SP; Guga Chacra, jornalista, correspondente internacional e comentarista de Política Internacional da Globo News; Viviane Lordello, empreendedora, cofundadora da Skoob, a maior rede social de apaixonados por livros do Brasil; Christiane Angelotti, fundadora, editora e produtora de conteúdo no site Para Educar, é editora de literatura infantil; Rubens Gualdieri, relações públicas, redator, storyteller, planejador, palestrante e consultor de comunicação; Rogério Gabriel, CEO e fundador da MoveEdu, holding de franquias considerada a maior empresa de ensino profissionalizante do mundo; Dênio Maués, jornalista, roteirista, dramaturgo e escritor, tem obras de literatura, teatro e cinema; Leonardo de Mattos, palestrante e empreendedor, eleito o melhor vendedor do Brasil em 2016 com o Adubo Orgânico “Bosta em Lata”; Lucas Atanázio Vetorasso, fundador do Grupo Atnzo, é estrategista e palestrante nas áreas de gestão e motivação; Lucimar Sasso é palestrante, professor universitário e coach, doutor em Física Aplicada pela USP; Edward Pimenta, jornalista, é gestor da área de branded content da Infoglobo; Carlos Roberto Puia é instrutor de cursos e treinamentos das áreas de vendas e atendimento, especialista em implantação de EAD corporativo; Rodrigo Leite Segantini é advogado, professor universitário e mestre em Psicologia pela Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (FAMERP); Diego Mahfouz Faria Lima é professor, gestor educacional, reconhecido como Professor Nota 10 em 2015, ano em que foi eleito também Educador do Ano, foi eleito em 2018 como um dos dez maiores educadores do mundo, concorrendo ao Global Teacher Prize, o “Nobel da Educação, mantido pela Varkey Foundation que tem, dentre seus apoiadores, Bill Gates; Tatiana Salem Levy, premiada escritora brasileira, colunista do jornal “Valor Econômico”, recebeu o Prêmio São Paulo de Literatura em 2008, o Prêmio ABL de Literatura Infanto-Juvenil em 2014 e o English Pen Translate, em 2015.
A vigésima personalidade outorgada na noite será João Paulo Vani, fundador da Abresc, coordenador do programa “Brazilian Studies” da University of Louisville, nos Estados Unidos, mesma instituição em que foi pesquisador visitante (Visiting Scholar).
Além da outorga das cadeiras aos imortais, serão conferidos títulos a diversos chanceleres, em todo o mundo, escolhidos por serem disseminadores de educação e cultura: autores com grande apelo aos beneficiados por sua atuação; professores universitários; editores e empreendedores das áreas de educação e cultura; escritores com destacada participação em eventos literários e culturais.
No dia seguinte, das 8h às 13h, no Teatro da Unip de São José do Rio Preto, acontece o 1º Simpósio Abresc de Educação e Cultura, cujo objetivo é apresentar perspectivas técnicas e mercadológicas acerca dos desafios do mercado de educação, trazidos ao público por gestores com atuação de destaque, que irão expor suas experiências práticas, discutindo os diferentes elementos que compõem a grande área de educação, com diferentes abordagens, nacionais e internacionais.
A realização de um evento como o 1º Simpósio Abresc de Educação e Cultura permitirá a discussão da constante reavaliação de caminhos para instituições de ensino, por reunir pesquisadores e professores acadêmicos ao lado de gestores.
Com estrutura enxuta de uma conferência de abertura e três painéis temáticos, a saber: A importância da capacitação e formação continuada para o mercado de trabalho; A relevância do empreendedorismo e inovação para as áreas de Ciência, Tecnologia e Educação; Os desafios da gestão na educação em rede, o 1º Simpósio Abresc de Educação e Cultura espera reunir cerca de 400 inscritos, entre pesquisadores, professores universitários, representantes governamentais e da sociedade civil organizada, consultores e estudantes de graduação e pós-graduação.
O primeiro lote para participar do simpósio será vendido todo ao preço de meia-entrada, e custam R$50. As inscrições podem ser feitas pelo site https://www.sympla.com.br/1-simposio-abresc-de-educacao-e-cultura__287340.

A abresc

A Abresc, fundada em 01 de setembro de 2011, tem em sua trajetória o descobrimento de diversos escritores sobre a pedra fundamental do fomento às atividades editoriais, com ações que envolvem capacitação profissional.
No início das atividades da Academia Brasileira de Escritores [Abresc], ainda em 2010, tínhamos por objetivo capacitar pessoas que desejavam empreender um projeto editorial, mas devido às dúvidas e dificuldades burocráticas, acabam por não publicar.
Os alunos que passaram pela Abresc traziam não apenas o sonho de publicar um livro, traziam uma gama de necessidades transversais como oratória, retórica, empreendedorismo e inovação, marketing e vendas, pontos que nos chamaram a atenção. Começava aí o projeto de uma Academia focada no intercâmbio dos saberes técnico, científico e mercadológico, capaz de reunir pessoas envolvidas em toda a cadeia produtiva da produção editorial e, por consequência, da educação e cultura, de modo a disseminar conhecimento a públicos específicos.