Quem somos?

 

No início das atividades da Academia Brasileira de Escritores [Abresc], ainda em 2010, tínhamos por objetivo capacitar pessoas que desejavam empreender um projeto editorial, mas, devido às dúvidas e dificuldades burocráticas, acabam por não publicar.

Os alunos que passaram por nossos cursos traziam não apenas o sonho de publicar um livro: traziam uma gama de necessidades transversais como oratória, retórica, empreendedorismo e inovação, marketing e vendas, pontos que nos chamaram a atenção, principalmente, por serem indivíduos formados em diferentes áreas do conhecimento – marketing, computação, linguística, psicologia, que trouxeram consigo uma rica tradição de práticas científicas (metodologias, validações, trabalho em grupos).

Estar frente a frente com essa situação nos remeteu ao teórico Jacob Levy Moreno, fundador do Psicodrama, que nos ensina o quanto somos pobres naquilo que outros são ricos, enquanto somos ricos naquilo que outros são pobres.

Começava aí o projeto de uma Academia focada no intercâmbio dos saberes técnico, científico e mercadológico, capaz de reunir pessoas envolvidas em toda a cadeia produtiva da produção editorial e, por consequência, da educação e cultura, de modo a disseminar conhecimento a públicos específicos. Assim, em 2012, realizamos nosso primeiro evento, o Workshop de Novas Mídias e Mídias Sociais, realizado pela Abresc em parceria com o Programa de Pós-Graduação em Letras da Unesp de São José do Rio Preto, oportunidade em que reunimos acadêmicos e profissionais de mercado por três noites, para debater a importância do intercâmbio entre suportes – novas mídias – e a relevância da utilização das redes sociais como parte do processo.

Por acreditar estar no DNA da Abresc o fomento e a divulgação da “filosofia da formação continuada”, pela qual se evidenciam a necessidade de produção e publicação de conteúdo, mantemos o oferecimento sistemático de cursos e treinamentos para pessoas que desejam iniciar uma nova carreira, seja como escritor, seja como palestrante, ou para profissionais que desejam atualizar seus conhecimentos, ou ainda, para alunos de ensino superior que buscam elementos transversais à sua formação básica, para chegar ao mercado de trabalho com diferenciais que permitam que se destaquem.

Desde então, e tendo sido observada uma explosiva expansão, no Brasil, do oferecimento de cursos livres e extensão universitária, tivemos de nos adaptar e agora oferecemos um rol maior de cursos e treinamentos ministrados por profissionais referência em suas áreas. Além disso, estabelecemos a meta de criar uma plenária de imortais, aos moldes da L’Académie Française, cuja outorga do título coroa, muitas vezes, uma vida toda dedicada à educação e cultura, seja como docente, seja como empreendedor, seja como escritor.

 

Política Básica

 

Missão

Defender a profissionalização e o empreendedorismo nas áreas educacional, cultural e editorial, contribuindo para seu desenvolvimento, por meio do oferecimento de ações de capacitação, aprimoramento e representatividade institucional aos atores envolvidos na cadeia da produção escrita; difundir o conhecimento científico por meio do fomento editorial.

 

Visão

Ter relevância dentro e fora do território nacional, representando seus integrantes e afiliados, profissionais direta ou transversalmente envolvidos com a cadeira da produção escrita.

 

Valores

Ética

Trabalho

Empreendedorismo

Desenvolvimento

 

 

Símbolo

Ao elegermos a Acácia como símbolo de nossa Academia, cuja representação de Imortalidade remonta a antiquíssima Mitologia Egípcia e o Mito de Osíris, consideramos alguns paralelos que podem ser observados entre a planta e a missão que a Abresc vem desempenhar:

  • Existem cerca de 500 espécies de Acácia catalogadas, variações que nos leva a pensar na cadeia da produção escrita e em suas mais distintas categorias, nuances e gêneros;
  • Assim como a Acácia, que encanta ao exalar aroma agradável e produzir belas flores, cheias de vida, da mesma forma é o conhecimento, quando compartilhado;
  • A planta de folhas macias e espinhos penetrantes guarda em si uma madeira de altíssima densidade e durabilidade, assim como, muitas vezes, pode parecer o conhecimento: macio ou espinhoso em contextos diversos, mas sempre sólido;
  • Mencionada nas antigas culturas egípcia e grega, a Acácia tem sido vista ao longo dos séculos como sagrada; com suas folhas cor de ouro – encontradas na Acácia Mimosa, tornou-se também um símbolo do sucesso, dando origem à expressão “louros da vitória”;
  • A ligação da Acácia com a religiosidade, desde sua menção bíblica como material para os móveis do tabernáculo – como a Arca da Aliança, até seu protagonismo na coroa de espinhos de Jesus Cristo, remete ao símbolo da sabedoria.

Brasão da Abresc