Roselis Batista R - ABRESC

Roselis Batista R

Roselis Batista R

Roselis Maria BATISTA – nome artistico Roselis BATISTAR, nasceu em SANTOS (SP/Brasil), morou   também em São Paulo (SP), Goiânia (GO/Brasil), Recife (PE/Brasil), João Pessoa (PB/Brasil) e em São José do Rio Preto (SP/Brasil). Estudou e morou em quatro países, – Brasil, URSS (Moscou), México e França;  é linguista de formação e traduz  do russo , do  francês,  do  do português  e do espanhol. Publicou cinco poemários, sendo quatro no México e um no  Brasil/ Poeminhas (editora UAM, 1983); Lírica nem sempre amorosa/Lírica ni siempre amorosa (Cenzontle, 2007); Cristais de orvalho/Cristales de rocío (HNEditorial, 2010 em  S.J.do Rio Preto (SP) e Rubra/Carmesí (Cenzontle, 2013) e Mis Estaciones/ Minhas Estações  (Cenzontle, 2017 ) . Fora a poesia –sempre bilíngue- publicou com Oduvaldo Batista, seu pai, jornalista, Compromisso com a verdade: meio século de jornalismo (UFPB-Universidade Federal da Paraíba), João Pessoa, em 1999, e  Oduvaldo Vivo.In memoriam ao jornalista Oduvaldo Batista, coord. Dos depoimentos, autora dos poemas em 4 línguas, ed. Imagem: O Sebo Cultural, João Pessoa 2011. Morou no México, na Rússia e atualmente reside na França, e no Brasil, em São José do Rio Preto, SP onde é professora universitária, mas so se dedica à pesquisa atualmente, e à escritura, pois aposentou-se das aulas. Recentemente publicou a tradução literária  para o francês do livro de Políbio Alves, “Ce qui reste des Morts” (O  que resta dos Mortos) pela editora éPURes ( da Université de Reims Champagne Ardenne, Reims, França.

Ela é autora de vários artigos científicos nas seguintes áreas: linguística ( teórica e aplicada), Etnolinguística (línguas kraho, ofayé ), Literaturas  em língua portuguesa  do Timor, de Moçambique, de Portugal (séc.XX), do Brasil (séc. XX e XXI); Campo semântico e vocativo amoroso nas telenovelas, etc. Artigos esses publicados no Brasil (em português), no México (em espanhol) e na França (em francês), feminismo; escritoras brasileiras,  ex. Nísia Floresta, Carolina Maria de Jesus (séc. XIX e XX)

Colaborou com vários jornais do Brasil (Suplemento de SJ do Rio Preto da Folha de  São Paulo (SP) , jornal O Inverta (Rio), jornal A União  (PB), jornal O Popular (Go) , etc; redigindo artigos sobre temas atuais ligados à política local, e internacional  em parte consequência de suas múltiplas viagens.

Foi convidada a apresentar seus livros na Feira Internacional do livro de Guadalajara (2007, 2013), na Feira Intrernacional do Livro e da Imprensa de Genebra ( Suíça, 2010, 2012, 2013).

Apresentou recitais e leitura de seus poemas em Paris (1. No Centro de Estudos Catalães, 2. na Sorbonne, convidada pelo CRIMEL ), no México – (livraria de Bertha editora, zona Rosa, DF), em Goiânia, na PUC, em São José do RioPreto, SP

Faz parte de um grupo de estudos políticos em Paris, o GMI, desde 2013.

Participou de inúmeros congressos, colóquios, simpósios, e o ultimo foi em Reims, Fraznça, 27 a 30 de maio de 2018 (Rencontres internationales de Reims) onde participou junto a  Políbio Alves da Mesa Redonda de Autores Latino americanos, e onde foi lido um de seus poemas.

 

 

E-mail:roselis.batistar@gmail.com

roselis.batista@univ-reims.fr

tel. Na França: (0)6 41 50 51 81

tel. No Brasil : 17-3111 5646, ramal 96